40% de desconto em toda a loja com o código BDAY40

Dorme mal? Talvez seja dos lençóis
Roupa de cama

06 Junho 2019

Dorme mal? Talvez seja dos lençóis

Dorme mal? Talvez seja dos lençóis

Se costuma acordar cansado, mal-disposto, ou mesmo transpirado, é provável que esteja a dormir com pouca qualidade. Na maioria das vezes, o calor é o problema. O segredo para melhorar as suas noites pode estar nos lençóis que escolheu para a sua cama. Vamos descobrir porquê!


Não ter uma boa noite de sono de qualidade pode ser o início de vários problemas, afetando a sua vida pessoal, social e profissional. Se não está com disposição para nada, não vai conseguir responder aos desafios do dia-a-dia ou, pior, aproveitar os bons momentos - e é isso que realmente importa!

A rotina atribulada do quotidiano exige de nós um maior cuidado em questões como nutrição, hidratação, exercício físico e horas de sono, entre outros. Ao criarmos regras e estratégias para lidar com tudo isto, estamo-nos a ajudar a nós próprios a tirar proveito completo do nosso dia.

   

Está demasiado calor

Se normalmente transpira durante a noite, talvez a sua roupa de cama seja o que o faz sobreaquecer. É muito incomodativo acordar em lençóis ensopados de suor, não é?

Pode acontecer a toda a gente no mundo, de tempos a tempos, de bebés aos mais idosos, por vários motivos - especialmente se o quarto está ocasionalmente quente. Mas quando se torna frequente, deve começar a pensar sobre fazer umas mudanças na sua cama. 

Então, se se identifica com estas questões, preste atenção ao que se segue!

 

1. Comece pelos lençóis

Já sabe: ao comprar roupa de cama, considere adquirir tecido de alta qualidade. Um dos motivos pelos quais deve fazê-lo está relacionado com a absorção de humidade das fibras que o compõem. O nosso algodão e seda - as únicas matérias-primas que usamos - passam com distinção na avaliação desse ponto, o que significa que o vão ajudar com os suores noturnos.

Por outro lado, se optar por roupa de poliéster, esta fá-lo-á transpirar ainda mais. Isto acontece porque as fibras contêm plástico, que definitivamente não absorve humidade. 

 

2. Depois, remova o excesso

Quando as estações mudam, preste atenção ao que está por cima da sua roupa de cama. Nós sabemos: ter a cama com várias camadas dá um visual luxuoso. Mas às vezes isso não é a melhor opção para um sono fresco.

Por isso, se tem muita roupa de cama, pode estar na hora de pôr no armário os cobertores que não está a usar, ou então dobrá-los valentemente sempre que for para a cama.

E o lençol-capa deve ser o correto. Certifique-se que está a ter em conta a altura do ano e a temperatura do quarto quando o escolher.

 

3. É altura de refrescar o seu quarto

Mesmo que não esteja muito calor no exterior, se se sente constantemente quente, aqui tem uma dica: abra as janelas por um par de horas antes de ir dormir, ou depois de acordar.

Isto é algo que deve fazer todo o ano para que o ar circule - especialmente no verão, em que é ainda mais necessário! Mas se isto não for suficiente para reduzir a temperatura do ar, a única solução passa por ligar o ar condicionado ou a ventoinha.

   

4. E de vestir o pijama certo

Já pensou que o pijama que está a usar pode ser demasiado quente para esta estação, ou mesmo para a temperatura do seu quarto? Há duas questões diferentes que devem ser tidas em conta: o tipo de pijama que está a usar e o material de que o tecido é feito.

Por isso, experimente um estilo mais fresco e airoso. Evite cobrir os braços e o pescoço, visto que são zonas do corpo mais sensíveis ao calor.

Quanto ao tecido, tal como a roupa de cama, deve escolher fibras naturais como o algodão ou a seda, e tire proveito de uma noite de sono completamente seca!

 

Conclusão

Agora que está informado sobre como evitar suores noturnos, estamos bastante confiantes que vai notar uma grande diferença na qualidade do seu sono.

Resta aconchegar-se na sua cama fresca e macia e aproveitar as suas oito horas (se possível) de sono profundo e relaxante.

Deixe o seu comentário sobre este artigo

O formulário foi submetido com sucesso.
Campo de preenchimento obrigatório.
Campo de email inválido
Campo com limite máximo de caracteres
Este campo não coincide com o anterior
Campo com limite mínimo de caracteres
Ocorreu um erro na submissão, por favor reveja o formulário.

* Campos de preenchimento obrigatório.